Blog Dicas de Design Gráfico

Fotografe impressos para seu portfólio

Greig Anderson, diretor de criação do Effektive,  mostra como fotografar seus projetos impressos com fidelidade.

Os dias em que designers saíam com seus portfólios embaixo do braço para prospectar clientes de porta em porta fiaram para trás. Contudo uma coisa boa daquela época era a possibilidade de tirar uma peça da pasta e entregá-la na mão de alguém, permitindo que a pessoas sentisse o seu trabalho, e não apenas o visse.

Hoje, é muito mais provável que seus projetos sejam vistos em uma tela, em formato PDF ou em seu site. Para que todo o capricho das imagens possa ser percebido digitalmente, é preciso usar fotografia a seu favor,  reproduzindo as texturas, acabamentos, papéis e cores da forma mais fiel possível.

O objetivo deste tutorial é ajuda -lo a fotografar suas peças de maneira criativa, tornando-as mais interessantes. É importante lembrar que eu não sou fotógrafo, apenas um desginer com câmera e tripé, lentes e softboxes. É sempre bom contratar profissionais para fotografar seus trabalhos, mas, como isso nem sempre é possível, mostrarei as técnicas básicas que usamos no estúdio Effektive para ajudar você a registrar o seu talento.


1.

O primeiro passo é decidir o estilo no qual você quer fotografar e apresentar sues trabalhos. Pesquise na internet e veja de que tipo de fotos mais gosta. Será que o mais adequado são as imagens diretas e simples de suas peças ou algo mais criativo, com fundos diferentes e iluminação elaborada? Você pode econtrar muitas inspirações na web, em site como FormFiftyFive, Visuelle e Bitique.


equipamento-certoO Equipamento certo

Comprar equipamentos de fotografia pode ser difícil, já que o mercado está cheio de opções. É sempre uma boa ideia conversar com alguém que entenda do assunto, antes de investir sua grana. Explique como quer que suas fotografias fiquem, e a pessoa saberá do que você precisa. Outra coisa que ajuda é ler o manual da sua câmera, já que é preciso saber como cada recurso funciona para obter melhores resultados.


2.

Quando tiver escolhido o estilo das fotos, organize seu equipamento. Infelizmente, é preciso gastar uma fortuna para adquirir câmera, lentes, tripé e luzes de última geração, mas lembre-se de que quanto melhor o equipamento, melhores serão as suas imagens. Para este projeto, meu objetivo é obter fotos com aparência profissional. Usarei uma Canon 450D com um conjunto de lentes (a principal delas uma normal de 18-55mm), um tripé médio e luzes softbox de  40x60cm.


3.

Com o equipamento organizado, decida como irá fotografar suas imagens. Há muitas possibilidades: você pode usar um papel texturizado de fundo ou um pedaço de tecido chamado musselina suspenso em um suporte, dando um fundo suave e curvado para suas peças. Para este projeto, decidimos usar cartolina colorida para criar fundos de cor sólida, que ajudarão a dar destaque aos projetos.


estilo4.

Selecionar quais trabalhos fotografar pode ser uma das partes mais difíceis. Seja impiedoso: você será julgado de acordo com a qualidade das peças, por isso seu portfólio só deve conter os melhores exemplos de seu talento. Analise cada peça e quais detalhes irá focar: a tipografia, layout, o papel usado ou os acabamentos especiais. Cada peça ficará melhor fotografada de um jeito, então seja criativo com diferentes ângulos e composições. Nós iremos fotografar três de nossos projetos recentes: uma serigrafia pessoal, um guia de uma exposição da Architecture + Design Scotland e cartões de visita com acabamento metálico que fizemos para uma empresa chamada JOQ.


5.

Faça uma lista dos projetos que quer fotografar e, neste caso, dos fundos coloridos que irá usar. Assim, você minimiza o número de vezes que terá de reorganizar o seu set.


6.

A iluminação de projetos pequenos, como cartões de visita, é tão importante quanto de projetos maiores, como pôsteres. A peça precisa ser bem iluminada para que as cores os detalhes fiquem em destaque. Mova as luzes para obter resultados diferentes. O guia de exposição, por exemplo, precisa ser iluminado de maneira uniforme, já que é bem  bidimensional. Já uma peça com elementos em baixo relevo, como os cartões de visitas, precisam ser inclinados ou ter iluminação cruzada para que os acabamentos especiais fiquem em evidência.

Qualidade vs. Quantidade

Selecionar os trabalhos para fotografar pode ser a parte mais complicada do processo. Peça ajuda de um amigo ou colega de bom gosto, a opinião dele pode ser importante para selecionar os projetos que melhor mostram suas habilidades. Lembre-se de que meia dúzia de fotos bem feitas são muito mais memoráveis do que uma dúzia de imagens medíocres.


composicao7.

A composição das suas fotos vai depender do estilo que você deseja obter. Uma dica geral é usar profundidade e movimento para destacar as peças. Em vez de fotografar uma brochura de frente por exemplo, tente deixá-la apoiada no fundo com as páginas à mostra, para ressaltar o formato, ou empilhe cartões de visita para mostrar a espessura do papel. Para pôsteres que fotografamos, fixei a parte inferior no chão e segurei a parte de cima para criar um efeito de flutuação.


8.

Agora, comece a tirar algumas fotos. Como a câmera é digital, você pode fazer quantos testes quiser, até obter o resultado desejado. Tente variar as configurações da câmera para ver quais dão os melhores resultados. Eu fotografarei  no modo RAW, que me permite editar vários aspectos das imagens antes de processar as versões finais.


angulos9.

Uma dica para garantir variedade nas fotos é variar o ângulo e a composição, para ajudar  espectador a ter uma boa ideia da peça retratada. Aqui, fotografei  dois exemplares do guia da exposição em pé, um virado para frente e outro para trás. Talvez seja bom explorar a escala de projetos que tenham o formato ou tamanho interessante. Inserir objetos como canetas, lápis e réguas pode ajudar mostrar a escala de uma imagem, mas cuidado para não poluir a imagem e desviar o foco da peça. Segurar seu projeto na mão também poder ser uma boa ideia, tanto para mostrar a escala quanto para fazer referencia a uma característica do papel ou dos acabamentos usados.

Material básico

Vários materiais básicos de escritório podem ser úteis neste projeto. Você pode usar fita adesiva para fixar as página de uma brochura em um fundo, ou deixar um cartão de visita em pé. Depois, as fitas podem se apagadas no Photoshop. Durex também, pode ser usado para suspender um projeto e dar a impressão de que ele esta levitando. Pense criativamente e use os materiais que tem em seu estúdio para dar vida a suas peças.

macro


10.

O modo macro é ideal para capturar detalhes de seus trabalhos. Você pode usar lentes específicas para isso, mas, neste caso, usaremos o modo macro que vem com a maioria das câmeras D-SLR (ele é representado por um ícone em forma de flor). Isso ajudara a câmera para fotos aproximadas, que são ótimas para destacar detalhes tipográficos , acabamentos, dobras e encadernações especiais. Aqui, o modo macro foi usado para mostrar os detalhes de um pôster serigrafado.


11.

Ainda no modo macro, fizemos um close ótimo do acabamento prateado que foi aplicado nesses cartões de visita. Quando fotografar uma superfície reflexiva como essa, incline o objeto para maximizar os reflexos da superfície metálica e valorizar o acabamento.


12.

Quando terminar de fotografar, é hora de analisar suas imagens e selecionar as que mais valoriza seus projetos. Escolha fotos complementares de cada peça, incluindo ângulo incomuns e imagens macro de detalhes. Use o Adobe Bridge para abrir e visualizar as imagens, colocando uma estrela nas suas favoritas. Depois, filtre as imagens selecionadas e abra-as no Photoshop para editá-las. Como algumas são arquivo RAW, você pode ajustar vários elementos antes de processar as imagens finais.


13.

Com as imagens selecionadas, abra os arquivos RAW no Photoshop Camera Raw, onde você pode fazer os ajustes finais de temperatura das cores, exposição, contraste e outros parâmetros das fotos. Devido às diferenças de iluminação, talvez você tenha que ajustar alguma áreas de sua imagem para que todas tenham um visual consistente. Quando estiver feliz com o resultado, abra a imagem no Photoshop.

adobe-bridge

Por que fotografar em RAW?

O RAW é um formato de imagem que possui a maior parte dos dados capturados pelo sensor da sua câmera. As imagens em RAW também são chamadas de "negativos digitais", pois ao contrário de JPEGs, por exemplo, não são processadas. Isso permite que você edite os parâmetros das imagens antes de finalizá-las no Photoshop, o que dá mais controle sobre o resultado final.


14.

Na hora da edição, talvez você encontre pequenas manchas de poeira ou áreas que precisam de algum tipo de ajuste. Use a ferramenta Clone Stamp para remover as imperfeições e limpar suas imagens. Procure defeitos em todas as fotos: não tem nada mais irritante do que alguém reparar em uma machinha da imagem e não prestar atenção na peça retratada.


15.

Para serem usadas em seu portfólio online, as imagens devem ser recortadas. A maneira como quer usá-las determinará o tipo de recorte, como, por exemplo, se você quiser destacar um detalhe em particular. Use a ferramenta Crop (C) do Photoshop para recortar as imagens, redimensione-as e salve no modo RGB e no formato JPEG.


16.

Agora, as imagens já podem ser colocadas na internet para você exibir seus talentos. Independentemente de como irá colocá-las em um portfólio em PDF ou em seu site, é sempre bom salvá-las em vários tamanhos, formatos e resoluções. Use as fotos para se promover em blogs, revistas e mídias sociais.


Fonte: Computer Arts Projects - Edição 16 - pag. 41

Posts Relacionados

  • Como cobrar serviços de design

    Todo mundo que trabalha com projetos de design já deve ter se perguntado qual o real valor de seus serviços. Todo freelancer, pequeno estúdio ou grande agência cobra: o que difere é quanto, como é feito e como é tratado com o cliente. E isso faz toda a diferença.

  • 30 templates gratuitos de logos estilo vintage

    Procurando algumas logos ou insígnias vintage de alta qualidade? Nós temos o que você precisa. Procuramos e encotramos na Internet 30 templates para você usar em seus projetos, como inspiração, ou simplesmente um ponto de partida para seu design.

Comentários  

 
Anemonalove
#1 Anemonalove 09-07-2017 13:53
Hello fellas! Who wants to see me live? I have profile at HotBabesCams.co m, we can chat, you can watch
me live for free, my nickname is Anemonalove , here is my pic:

https://3.bp.blogspot.com/-u5pGYuGNsSo/WVixiO8RBUI/AAAAAAAAAFA/JWa2LHHFI2AkHParQa3fwwHhVijolmq8QCLcBGAs/s1600/hottest%2Bwebcam%2Bgirl%2B-%2BAnemonalove.jpg
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2017 iDesigns Studio. Todos Direitos Reservados.
Design Gráfico e Web Design - Centro, Vitória, ES